Inspeção de segurança

A importância da inspeção de cargas e contêiners

/
17 0
A importância da inspeção de cargas e contêiners

No setor alfandegário, a inspeção de cargas e contêineres é essencial para identificar a entrada de objetos ilícitos no país. No entanto, não é apenas esse setor que pode se beneficiar com a implementação de soluções de vistoria de volumes.

Para uma empresa, ter mais controle sobre a entrada e a saída de materiais pode ajudar a evitar extravios, roubos e outros prejuízos. Na verdade, a fiscalização de cargas não é só relevante, mas, até mesmo, obrigatória em certos casos.

Quer saber mais sobre o assunto? Neste artigo, vamos falar sobre a importância da inspeção de cargas, as obrigatoriedades e a legislação do setor e como soluções especializadas podem otimizar a segurança na sua organização. Continue a leitura!

Qual a importância da inspeção de cargas?

A fiscalização de volumes é primordial em diversos setores. Nos aeroportos, por exemplo, controlar a entrada de materiais perigosos em bolsas e bagagens é uma das práticas de segurança essenciais para garantir a segurança das pessoas e das aeronaves. Confira a seguir algumas razões para inspecionar cargas!

Traz mais segurança para a empresa

Um dos motivos mais óbvios da vistoria de caixas e outros volumes é por questões de segurança. Afinal, é preciso evitar a entrada de armas e objetos perigosos, que possam comprometer a integridade dos funcionários e visitantes em empresas e instituições públicas.

A inspeção também ajuda a proteger a organização de receber materiais ilícitos como produtos contrabandeados e drogas. Assim, ter um controle de cargas é primordial para diminuir os riscos para a empresa, que podem prejudicar o seu funcionamento, causar complicações com as leis e implicar em graves danos a sua imagem, por exemplo.

Evita furtos e a subtração de materiais

É importante ter controle não apenas das cargas que entram na empresa, mas também das movimentações de saída. Nesse sentido, investir em procedimentos de inspeção e segurança — inclusive a instalação de detectores de metais e aparelhos de raios X — pode evitar que pessoas má intencionadas levem peças, objetos e mercadorias em mochilas e bolsos.

Além do mais, a verificação dos volumes que saem dos depósitos e centros de armazenamento de cargas faz com que a empresa tenha mais controle do seu estoque e possa reduzir o risco de evitar erros de segurança e falhas por equívocos de colaboradores.

Para isso, é importante implementar práticas de conferência de materiais, de forma a perceber se o que está descrito nos arquivos de controle é realmente aquilo que está sendo transportado nas caixas.

Permite a otimização da logística

Outra vantagem é que o uso de equipamento de inspeção por raios X pode evitar problemas no processo logístico, como a chegada de produtos com danos até o consumidor. Muitas vezes, é impossível detectar se ocorreu avarias nos produtos que estão já embalados e prontos para serem vendidos.

Após o fechamento da caixa, só o consumidor vai abrir o produto, então, é difícil identificar em que local — e se — houve danos à mercadoria. Com isso, por exemplo, o consumidor pode receber um aparelho eletrônico com avarias, o que gera transtornos para a empresa e prejudica a sua imagem perante o público.

Nesse caso, colocar um sistema apropriado de verificação por raios X na saída da fábrica e dos centros de distribuição pode evitar que saiam produtos quebrados ou com danos, sem que seja necessário abrir os invólucros.

A lei e a obrigatoriedade do uso de raios X

O uso de equipamento de raios X para otimizar a inspeção de cargas é antiga nos portos e aeroportos, sendo ampliado, especialmente, pelo receio de atentados, tráfico de substância ilícitas e outras ações criminosas.

Sobretudo, a partir dos anos 1970, é possível observar também o desenvolvimento de scanners para outras áreas e locais como fronteiras, barreiras fiscais, rodovias, controle aduaneiro, prédios públicos, shows, eventos mundiais, esportivos ou com grande circulação de pessoas.

Hoje em dia, há dispositivos que são capazes de projetados para inspecionar cargas de diferentes tamanhos. Enquanto alguns comportam pequenos volumes — como em centros de armazenamento de correio —, outros são capazes de conferir contêineres e caminhões inteiros em poucos minutos.

A grande vantagem é que esses aparelhos permitem a visualização do que há dentro do pacote sem que seja necessário sua abertura. Assim, é possível identificar o conteúdo do caixa, reduzir o risco de ameaças e detectar danos a cargas de maneira ágil.

Como os raios X não atravessam objetos metálicos, é possível visualizar os distintos tipos de materiais no monitor do equipamento. Já que cada tipo de material — orgânico, inorgânico ou misto — aparece no visor com uma cor diferente, o agente de inspeção pode identificar facilmente se há armas, explosivos, drogas, objetos cortantes etc.

É importante frisar que esses equipamentos são seguros e regulados pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para garantir que não tragam risco à saúde dos operadores e outros envolvidos em um processo de inspeção.

Uma grande dúvida é sobre a radiação desses aparelhos. Na realidade, os equipamentos de inspeção por raios X não possuem material radioativo, já que não têm uma fonte orgânica de radiação, como cobalto, césio etc.

A radioatividade dos dispositivos é criada a partir da eletricidade e somente no momento da inspeção é que a aceleração de elétrons e a energia elétrica é transformada em feixe de raios X. Quando a operação cessa ou o aparelho é desconectado do sistema elétrico não há risco da emissão de radiação ionizante.

Além do tempo de exposição de radiação ser muito baixo, o equipamento é altamente isolado por chumbo e autorizado pelo CNEN. Assim, é seguro e tem risco zero de contaminação radioativa.

A tecnologia por raios X é tão eficaz que, por ato normativo, a Receita Federal passou a exigir a inspeção das cargas que passam pelos portos, aeroportos e pontos de fronteiras. As áreas alfandegárias devem vistoriar contêineres e paletes para assegurar que os produtos importados estão sendo devidamente taxados, além de evitar que mercadorias ilícitas como entorpecentes adentrem no país.

Antes, a verificação era realizado por conferência física por meio de amostragem. Alguns volumes de cada contêiner eram escolhidos para serem abertos e inspecionados. Com isso, o procedimento poderia levar horas até que fosse novamente lacrado e empacotado.

Apesar de ainda ser permitido a abertura do lacre em inspeção policial e revista de cargas, a verificação intrusiva é mais eficaz e bem menos demorada. Por exemplo, um processo de fiscalização de um contêiner que demorava cerca de 72 horas, com os equipamentos de raios X, hoje são liberados em questão de segundos.

As soluções VMI para estar em conformidade com a legislação

Todo terminal — seja público ou privado — deve ter tecnologia de raios X para ampliar a segurança da carga. No entanto, essa tecnologia é importante para organizações nas variadas áreas. Neste tópico, você vai entender como as soluções de inspeção podem ajudar o seu negócio!

Scanner para caminhões e contêineres

Equipamentos de inspeção como o SpectrumCargo 4.5, da VMI Sistemas, permitem que veículos inteiros sejam fiscalizados em busca de narcóticos, armas de destruição em massa, explosivos, dentre outros ilícitos.

Ao passar pelo sistema de rastreamento de raios X, o caminhão é inspecionado rapidamente e sua imagem é digitalizada automaticamente. Assim, é possível ver cada detalhe da carga e verificar se não há objetos escondidos em assoalhos, pneus ou locais de difícil acesso no veículo — o que seria muito mais complicado sem a tecnologia.

Equipamentos para veículos pequenos e médios

Também há soluções para a fiscalização de carros médios e pequenos, como o Spectrum Cargo Compact. Esse dispositivo foi projetado para atender às grandes demandas em controle de fronteiras, estradas e outros locais que precisem de uma alta segurança.

Com essa tecnologia de baixa dose de radiação ionizante, o motorista pode continuar no veículo enquanto passa pelo túnel de inspeção de segurança. Com isso, é possível manter um fluxo constante de carros e reduzir o tempo de fiscalização.

Mesmo com o alto volume de tráfego, pode-se identificar explosivos, contrabandos, produtos ilícitos e mercadorias que sofreriam evasão fiscal, já que a digitalização da imagem gerada pelo aparelho de raios X é feita em tempo real e conta com o auxílio de um sistema de auto-diagnóstico.

Dispositivos de inspeção de grandes cargas

Além da revista física ser mais demorada, às vezes, por questões contratuais, a carga não pode nem ser violada. Nessa situação, o uso da tecnologia de raios X também é uma forma de proteger a sua empresa de complicações e processos, além de se manter dentro dos limites legais.

Não só isso. A inspeção bagagem e volumes é uma maneira de ter informações seguras para poder identificar ali ameaças e evitar problemas de segurança. Com produtos personalizados para cada organização, é possível verificar desde pequenos pacotes a paletes e grandes caixas.

De fato, esses equipamentos são criados para inspecionar qualquer objeto que a empresa precise, nos mais diversos tamanhos. Por exemplo, equipamento de inspeção de tamanho plus foi criado exatamente para atender às demandas de transportadoras, despachantes, armazéns e outras empresas que trabalham com volumes maiores.

Nesse sentido, diversos empreendimentos que lidam com fornecedores em grande escala podem se beneficiar dessa solução. Assim que a carga chega no local é possível verificar se a mercadoria veio conforme o pedido, mesmo antes das caixas serem abertas. Dessa forma, os empresários e gestores logísticos podem evitar prejuízos financeiros e outros problemas.

Scanner para correio e encomendas

Em caso de pequenos pacotes, soluções específicas podem ser implementadas. Essa tecnologia é tão potente que, até mesmo caixas de fósforos podem ser visualizadas com o uso de raios X.

Esses aparelhos são projetados para inspecionar pequenos volumes com bastante precisão e eficiência. Dessa maneira, são ideais para organizações que lidam com correspondências e encomendas, como edifícios públicos, centros de armazenamento de correio, bancos, universidades, estações, aeroportos, ferrovias, terminais alfandegários e outras instituições governamentais.

Aparelhos de raios X para bolsas e bagagens

Quando falamos em cargas, é comum pensarmos logo nos volumes e mercadorias que circulam pelos armazéns e depósitos. No entanto, as bolsas, mochilas e qualquer recipiente em que colaboradores e visitantes possam carregar coisas também podem ser considerados um tipo de carga.

Nesse caso, estabelecer um sistema de segurança com a inclusão de equipamentos de inspeção para esses volumes é muito útil em empresas e fábricas. Isso ajuda a reduzir o risco de que objetos sejam roubados e ainda que a organização sofra danos ao seu patrimônio, por exemplo.

Além do mais, o uso de scanner de bagagens é uma necessidade para locais em que precise ter um cuidado maior com a segurança como centros de detenção, prisões, aeroportos, instalações aduaneiras etc.

Detectores de metais

É válido ainda pensar na integração de múltiplas soluções de inspeção para atender melhor às demandas de segurança da sua organização. Com o uso conjunto de equipamentos de raios X e detectores de metais, por exemplo, sua empresa fica mais protegida tanto na entrada como na saída de colaboradores e visitantes, já que as pessoas também podem levar consigo ou suas mochilas objetos que não deveriam.

Assim, se houver a implementação de um sistema integrado eficiente, é possível evitar a entrada de objetos perigosos e armamentos, além de reduzir o risco da saída de matérias-primas e produtos.

Dessa forma, é importante pensar em equipamentos de inspeção de contêineres e outros volumes na hora de criar um plano de segurança eficaz para sua empresa, especialmente com a inclusão de aparelhos de raios X, detectores de metais e outros dispositivos que ampliem a segurança de forma menos intrusiva.

Para resumir, a inspeção de cargas é essencial para empresas em diferentes áreas. Com o uso da tecnologia de raios X ficou muito mais fácil verificar os volumes e evitar problemas com a lei. De fato, soluções de inspeção como as da VMI Sistemas otimizam a segurança da sua organização e ainda podem trazer mais produtividade para o seu negócio. Assim, vale a pena considerar a implementação de equipamentos especializados.

Tem mais alguma dúvida sobre as soluções da VMI para inspeção de cargas? Entre em contato com a empresa!

Leave a Reply

Your email address will not be published.